quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Copo Quase Cheio.

Primeiramente quero agradecer os emails e mensagens enviadas. Muito obrigado. No dia 21 de janeiro largamos exatamente as 8:00h na BR135, na minha equipe de apoio estavam o Enrico e Fabião, que seriam responsáveis de me encontrar nas cidades por onde a trilha do caminho da fé atravessam, lá eles preparariam minha alimentação que estava toda anotada em uma planilha e reabasteceriam a minha mochila de hidratação conforme a planilha de alimentação. A estratégia era começar em um ritmo muito leve a primeira parte, e conclui a primeira parte exatamente nas 3 horas pré determinado. Nesse primeiro trecho tive o prazer de ser acompanhado pelas ultramaratonistas: Fabíola (companheira de treinos) Maria Ritah e Hedy. A primeira cidade de alimentação e parada foi Águas da Prata, lá permaneci por aproximadamente 10 minutos e parti para o temido pico do Gavião, o Pico do Gavião é o ponto mais alto da prova e trata-se de um trecho de aclive que atingimos uma altitude de 1700m. Cheguei ao Pico muito confiante, pois apesar da subida íngreme e muito técnica completei sem sobressaltos, lá permaneci por mais 10 minutos me alimentei com um misto quente (na lanchonete do pico) e comecei a descida até a cidade de Andradas. Na cidade de Andradas já no final do dia, me alimentei com macarrão e descansei por aproximadamente 30 minutos onde seguiria para a longa subida da Serra dos Lima, subi a Serra dos Lima muito confiante e cheguei ao cume no início da noite, onde já havíamos rodado aproximadamente 80 km de prova. Lá no alto fui submetido a uma pesagem, apesar do enorme calor que fez durante o dia, consegui me alimentar e principalmente me hidratar muito bem, e o resultado foi que até essa altura da prova havia perdido apenas 600 gramas. Permaneci no Alto da Serra por aproximadamente 15 minutos e comecei a descida, seis quilômetros mais tarde estava na cidade de Barra e lá comecei a sentir uma leve dor no joelho esquerdo. Nessa altura eu acompanhava dois americanos o Marty e a Sheryl que eram escoltados pela ultra Pacer Jaqueline, aproveitei a carona e segui com eles até Crisólia, em Crisólia já tínhamos 100km de prova e as dores no joelho estavam muito forte, e ali pensei em desistir, chegando lá apliquei gelo no joelho e tentei descansar e me alimentar, descansei por quase uma hora e meia e saí para um trecho curto de 7 km. Esse trecho foi muito difícil pois não conseguia nem apoiar a planta do pé no chão, e chegando em Ouro Fino na metade do percurso, parei por mais 1hora e meia para aplicar mais gelo e antinflamtórios em gel. Tomei coragem e segui para mais um trecho de 10 km, dessa vez tive a companhia da Ultramaratonista de Campinas a Raimunda, nesse trecho troquei o calçado e segui com o crocs, consegui fazer esse trecho sem dores (imagino que seja efeito do tratamento feito em Ouro Fino) e cheguei a cidade de Inconfidentes sem sobresaltos. Parei em Inconfidente por aproximadamente 10 minutos para tomar um banho e segui para um trecho de 20 km até Borda da Mata, porém na metade do percurso as dores voltaram de forma cruel, e nessa altura era quase impossível fazer as descidas, e tinha que caminhar em ritmo muito lento, isso fez que esse trecho durasse uma eternidade, e as dores só pioravam, quase no final do trecho parei por cerca de 30 minutos, avaliei a situação com calma e razão e achei melhor desistir da prova. Desistir de uma prova sempre é uma decisão dura, porém sempre tento colocar a saúde na frente, essa com certeza não será a minha última prova, e no momento prefiro não pensar no que faltou, mas sim no que eu fiz. O copo estava quase cheio. Ano que vem eu completo. Quero agradecer muito aos meus apoios: Fabião e Enrico Aos amigos e apoios indiretos: Nilton, Fabiana e Rubão Aos Ultras: Jaba, Edson, Wagner, Maria Rita, Fabíola, Hedy, Raimunda, Sheryl e Marty pela companhia em trechos da prova. As equipes da Top Nocth e do Jaba. A minha família: Meus pais, minhas irmãs, meu cunhado e meus sobrinhos Todos que mandaram lindas mensagens. Ao meu treinador Branca e a equipe Branca Esportes E é claro sempre a Paty. Eu no começo. Maria Rita Fabíola e Hedy Fabião , Eu e Enrico Videos do Caminho
video
video
video

10 comentários:

  1. oi, gustavo!!!

    parabéns por todos os kms que você conquistou desse desafio incrível!
    desistir é duro... uma decisão dolorosa... às vezes parece doer mais até que a própria lesão...
    mas só o fato de ter sido selecionado pra BR135... de ter treinado... de ter estado lá, e compartilhado tantos kms com amigos, já vale, e muito;)

    mais uma vez, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. oi de novo;)

    acabei de ver os vídeos!
    que lindas as imagens do pico! de arrepiar! ai, quem dera eu ter estado lá também, olhando aquela paisagem, vivendo um pouco que fosse dessa aventura maravilhosa!

    fiquei impressionada com o vídeo que você fez às 9h da noite! nossa, visibilidade zero!!!! nesse trecho você esteve com alguém do seu apoio? ou ficou sozinho mesmo???

    parabéns pelas imagens!
    obrigada por dividir conosco esses momentos incríveis!

    abraços!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Guerreiro.. vou add este blog ao meu. abraços

    ResponderExcluir
  4. Parabéns meu irmão, não se deixe abater, ano que vem tem mais, e como diz o ditado: "É melhor pecar por insistencia do que por omissão". Vc tentou mas não deu e sabiamente se preservou.
    Herivelto

    ResponderExcluir
  5. Ah, sacudiu a poeira e sim`bora pra próxima!! Abração! Nishi.

    ResponderExcluir
  6. ---------\\\\|/---------
    --------(@@)-------
    -o--oO--(_)--Ooo-
    Torci muito por vc, mesmo não dando certo Gustavo eu lhe parabenizo pelos Kms feitos e por ter escutado o seu corpo, sei que foi duro não ter completado a BR 135, mas com certeza vc tirou grandes lições dessa prova e ano que vem vc vai voltar tinindo e completando ela, ou seja vc vai lavar a alma, pense sempre em Deus e nunca desista do seu sonho...Cara já que vc falou na palavra em Desistir me lembrei da Ultra de Campinas, quando estava quase desistindo de correr pq não estava mais aguentando e vc apareceu na hora certa e me deu um PEDIALITE que salvou a pátria e deu para voltar para a prova e consegui terminar, sou muito grato a vc pela prestimosa ajuda...Mais valeu...Mais uma vez parabéns por tudo meu grande amigo.

    Nos vemos pelas ultras por aí...

    Um forte abraço e bons treinos,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
  7. Estou visitando seu blog pela indicação de meu amigo Jorge Cerqueira - Ultramaratonista.
    Já sou seguidor de seu blog, faça igual, acesse o meu e me siga, também não esqueça de linkar minha página a sua para receber minhas atualizações.
    Estive também na BR135, veja no meu blog!
    Confira:
    www.marcelinoultra.blogspot.com

    Abraços,
    Cristiano Marcelino.
    ULTRAMARATONISTA.

    ResponderExcluir
  8. Amigos,muito obrigado pelos comentários.
    Já estou bem melhor acredito que semana que vem vou conseguir retornar aos treinos de corrida.
    Abs

    ResponderExcluir
  9. Parabéns, voce é um vencedor. Sua decisão so me mostrou o quanto você e sabio em suas decisoes.
    tenho muito orgulho de ser seu amigo de equipe e amigo pessoal.
    Conte comigo para o que precisar.
    muitos beijos

    ResponderExcluir
  10. ai pessoal vai meu abraco ao Mozart do www.corrotododia.com.br a toda a direcao da AMAN e os ultras estreiantes ou veteranos do Brasil e do mundo inteiro. Segue site amigo www.corredoresdorecife.com.br click sites de corridas www.atletismopernambucano.com.br. Atenciosamente Elivan(ciclista/Ultramaratonista natural de Bananeiras/Pb residente em Joao Pessoa

    ResponderExcluir